Skip navigation and go to main content

Procedimentos Cirúrgicos

Todos os procedimentos são realizados em hospitais credenciados e capacitados e com a presença de anestesistas especialistas pela sociedade brasileira de anestesiologia.

Riscos

Todo paciente com programação de cirurgia eletiva necessita de uma avaliação médica que compreende história clínica e exame físico detalhados, e exames complementares. Deve fazer parte do interrogatório médico a pesquisa de alergias, história de intercorrências anestésicas, predisposição a sangramentos ou tromboses, medicações de uso habitual, consumo de álcool, fumo, uso de drogas ilícitas, sintomas e doenças conhecidas.

O principal objetivo da avaliação pré-operatória é estimar o risco-benefício da cirurgia, considerando que doenças pré-existentes podem descompensar durante o ato cirúrgico e no pós-operatório. O segundo objetivo é otimizar a condição clínica do paciente e definir condutas pré-operatórias que possam reduzir as chances de complicações ou sugerir procedimentos alternativos se o risco cirúrgico é alto.

Cada problema identificado necessita de medidas específicas. Pacientes diabéticos devem ter níveis de glicose controlados no peri-operatório para evitar complicações infecciosas. Doenças pulmonares como enfisema, bronquite e asma necessitam de avaliação específica, com adequação das medicações e programação de fisioterapia respiratória antes e depois da cirurgia. É recomendável a suspensão do fumo semanas antes do procedimento.

A maior preocupação na avaliação pré-operatória é definir a presença de doença cardiovascular. É necessário estabelecer se o risco cardiológico é baixo, intermediário ou alto e determinar se a cirurgia deve ser postergada para a realização de exames específicos como teste de esforço, cintilografia miocárdica, ecocardiograma ou até cateterismo cardíaco. A boa avaliação pode, portanto, minimizar os riscos de intercorrências cirúrgicas. Deve ser feita para todo o tipo de cirurgia, visando estratégias de tratamento e prevenção de complicações. Ainda que realizada adequadamente, não garante a ausência de complicações. A relação de risco-benefício da cirurgia deve ser avaliada entre médicos e o paciente. As informações obtidas orientam a equipe cirúrgica e o anestesista nos cuidados no ato operatório para tornar o procedimento o mais seguro possível.

Verdades e Mitos

Antes de encarar uma cirurgia plástica, é importante conhecer muito bem os riscos, vantagens e cuidados que você deve tomar antes e após o procedimeno que fará. Existem, porém, muitos mitos que envolvem o universo da cirurgia plástica.

Reunimos, aqui, os principais mitos e verdades sobre cirurgias plásticas para que você saiba, exatamente, qual caminho seguir na hora da decisão por um procedimento cirúrgico. Confira:

A lipoaspiração é uma cirurgia mais perigosa que as outras.
Mito. Qualquer procedimento cirúrgico envolve riscos, por isso, é importante certificar-se, sempre, de estar sob os cuidados de excelentes profissionais.

A drenagem linfática ajuda na diminuição do inchaço no pós-operatório de algumas cirurgias plásticas.
Verdade. A drenagem linfática combate a retenção hídrica, por isso, faz com que os inchaços desapareçam mais rapidamente.

A cirurgia plástica nunca deixa cicatriz.
Mito. Com as técnicas disponíveis atualmente, é possível deixar cicatrizes menores e com aparência natural e, em alguns casos, dependendo da cirurgia, é possível “esconder” a cicatriz, porém, ela sempre existirá.

Não deve ser usado ácido-acetil-salicílico (aspirina), antiflamatórios, anticoagulantes, drogas e bebidas alcoólicas antes de realizar uma cirurgia plástica.
Verdade. Qualquer alteração ocorrida no organismo, pode acarretar em problemas no momento da cirurgia.

O silicone usado nas próteses é prejudicial à saúde.
Mito. As próteses são desenvolvidas com materiais que, quando em contato com organismo, por motivo de ruptura, são facilmente absorvidos, sem causar reações ou rejeições pelo corpo.

O tabagismo atrapalha a cicatrização e deve ser suspenso por no mínimo 15 dias antes de realizar uma cirurgia plástica.
Verdade. Além de ser prejudicial no momento da cicatrização, o fumo pode acarretar em problemas respiratórios no momento da cirurgia.

A colocação de próteses de silicone nas mamas prejudica a amamentação.
Mito. A colocação das próteses é feita sob as glândulas que produzem o leite materno e evita qualquer agressão cirúrgica à glândula mamária.

Os exames pré-operatórios são importantes antes da cirurgia.
Verdade. É preciso ter um panorama completo da saúde do paciente.

A cirurgia de face (lifting facial) tem idade limite para ser feita.
Mito. Desde que bem orientada, pode ser feita em qualquer idade. Tudo vai depender dos riscos a serem corridos durante o procedimento.

Deve-se aguardar no mínimo 6 meses para obter o resultado de uma cirurgia plástica.
Verdade. Apesar de o inchaço diminuir em, aproximadamente, 1 mês após o procedimento, todo o processo de cicatrização e diminuição completa do inchaço pode levar cerca de 6 meses para ocorrer completamente.

Não pode tomar sol em cima das equimoses (roxos).
Verdade. O sol pode agravar a aparência das manchas e, até, torná-las permantes sobre a pele.

Nas mamoplastias de aumento o uso de cremes hidratantes pode prevenir o aparecimento de estrias.
Verdade. Principalmente, cremes com colágeno, que vão repor substâncias importantes para a elasticidade da pele.

A lipoaspiração pode ser realizada apenas por médicos com formação em cirurgia geral por pelo menos 2 anos.
Verdade. Só um profisional altamente capacitado pode realizar esta cirurgia.

A lipoaspiração com anestesia local é mais segura que as outras.
Mito. Isso depende de cada caso e do tamanho da área a ser lipoaspirada.

A cirurgia plástica mais realizada em pacientes que emagreceram após redução do estômago é a abdominoplastia.
Verdade. Nesses casos, o paciente apresenta grande quantidade de pele extra na região abdominal em função de todo o peso perdido, e a cirurgia ideal é a abdominoplastia.

Há alguma correlação entre prótese de silicone e câncer de mama.
Mito. Puro e simples mito.

 
  • Moinhos de Vento
  • Rua Mostardeiro, 780/502
  • Porto Alegre, RS, Brasil
  • CEP 90430-000